“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá” (Êxodo 20:12).

Através do versículo bíblico que compõe um dos dez mandamentos entregues por Deus a Moisés, podemos observar que a honra aos pais é uma ordem e não uma opção.

Os 10 mandamentos iniciam com os primeiros mandamentos relacionado à adorar, amar e reverenciar Deus, o pai. Logo a seguir na escala de importância vem o mandamento que ordena aos filhos honrar os pais. Isto mostra o grau de importância deste mandamento. Deus exige primeiro honra ao Pai celestial e depois aos pais terrenos.

Em nossa cultura quando alguém quebra um dos dez mandamentos como matar ou roubar vai preso ou é processado. As pessoas aprendem a honrar as autoridades, pagar impostos pois caso contrário pode ir até para prisão.

Porém nunca ninguém foi preso ou condenado por não cumprir o mandamento que é honrar os pais.

Nossa cultura não enfatiza a honra aos pais como enfatiza outros mandamentos. É normal vermos filhos desonrando os pais e também seus lideres que são pais espirituais. Muitos que praticam a desonra aos seus “pais” é conhecido como herói em nossa sociedade e também nas igrejas …

Ninguém pára para pensar na importância deste mandamento e nas consequências de não obedece-lo.

É por isso que vemos tantas pessoas tendo sua vida abreviada e passando por maus

dias na face da terra.

Na Bíblia podemos encontrar em vários períodos, diversas histórias de filhos que honraram e outros que desonraram seus pais.

A honra aos pais é divisor determinante do futuro dos filhos.

Os que honraram seus pais tiveram sucesso e os que não honraram fracassaram.

Como péssimos exemplos, podemos citar Caim, que matou seu próprio irmão (Gn 4:8); Absalão, que matou Amnon, seu irmão, filho do Rei Davi (2 Sm 13) e o filho pródigo, que pediu a herança do pai mesmo sem este ter falecido (Lc 15:12). Assim como a desonra é consideravelmente grave diante dos céus, as consequências também são sérias e todas essas pessoas tiveram tristes resultados.

Em contrapartida, podemos encontrar na Palavra de Deus, lindos exemplos de filhos que honraram seus pais, desde Abraão, Isaac, Jacó e José. Em toda história bíblica a benção sempre veio para o filho melhor.

A honra foi passada por gerações até chegar à Terra Prometida e santa, amada e abençoada por Yaveh. Os homens mais abençoados, mais ungidos e que mais tiveram intimidade com o Eterno em toda história, foram homens que honraram seus pais.

Mas o filho por excelência, que em nada cometeu falta e mais honrou o seu Pai, foi Jesus Cristo, o nosso maior exemplo.

Este mandamento registrado no velho testamento (Êx 12:12), é o único acompanhado por uma promessa de longevidade, prosperidade e felicidade para quem o cumprir: Terás bons e longos dias na face da Terra! Se quisermos gozar de saúde, paz, vida plena, próspera e cheia do favor do Senhor, aqui está o segredo. Cumpra este mandamento para com seus pais naturais e espirituais também. Seja uma pessoa de honra, e o Senhor te honrará.

Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra. Romanos 13:7

 

 

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Arrebatadosmag.